sábado, 3 de agosto de 2013

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A PRIMEIRA VEZ QUE O GABRIEL ME COMEU

Boa tarde galera. Tou de volta e agora pra contar a vocês como o Gabriel meu vizinho me comeu. Depois daquele boquete que fiz nele, numa brincadeira de esconde-esconde, rolou várias outras. Um certo dia de sábado a mãe dele tinha saído pra trabalhar e então ele teve lá em casa e me chamou para brincar com ele de bola na rua. Minha mãe deixou. Então fomos. Brincamos um pouco na rua com a galera, e depois ele disse que ia entrar para tomar água. Eu que já sabia as suas intenções, entrei também e me sentei no sofá. Ele foi, bebeu sua água, foi ao banheiro e voltou sem camisa. Nossa! Delirei naquela hora, ver ali aquele macho gostoso com apenas 16 anos, suado. Ele disse pra mim, espera que vou tomar um banho. Eu respondi: -Certo. Ele entra no banheiro e encosta a porta, espero ele ligar o chuveiro e vou de ponta de pé, olhar ele tomar banho. Vejo ele tirando a cueca (box) branca, que por sinal desenhava bem seu corpo. Hummmm.... Chega lembrar, fico excitado. Ai vejo ele tirando aquele pau pra fora (duro) por sinal, e começar a bater uma punheta, e a chamar pelo meu nome. Nossa, fiquei excitado na hora, abaixei as calças e comecei a bater uma também. De repente, me bato em um vaso que tinha perto do banheiro e o derrubo, fazendo zuada. Corro rapidamente para a sala. Ele sai de lá nu com o pau duraço e diz, hum viadinho, tava observando seu macho batendo uma no banheiro né putinha? Eu simplesmente dou um sorriso sarcástico, e ele: -Vem, vem cá me acompanhar no banho. Eu vou, passo por ele, agarro aquela pica dura e dou uma bela de uma chupada e sigo para o banheiro. Chegando lá, fico completamente nu, e ele vem e me encoxa por trás. Digo a ele que sou virgem, e ele, problema seu. Vou fuder gostoso esse cuzinho, e de hoje em diante, sempre que eu quiser, você vai me dar. Ele me põe de 4 na pia, e vem com a pica na entrada do meu cuzinho e enfia com força. Dou um grito, ele tapa a minha boca e diz, né rola que você gosta, então é isso que vou te dar seu viadinho pau no cú. Ele me arromba todo, mas o meu gemido após 10 minutos não é mais de dor e sim de prazer. Passado esse tempo, ele anuncia que vai gozar e nem espera eu pedir pra engolir, vai logo enchendo meu anelzinho com jatos e mais jatos de leite. Sinto escorrer aquele leite quente pelas minhas pernas. Depois de me arrombar, ele goza na minha boca. E logo após o feito, manda eu abrir meu anelzinho e ver o estrago que ele fez, e me diz que daquele momento em diante, sempre que ele quisesse, eu iria dar pra ele. Bom pessoal, espero que leiam, avaliem, curtam, comentem. No proximo conto, contarei como ele Gabriel, seu amigo Ygor me comeu na escola. Espero que gostem e até o proxímo.

MAMANDO O AMIGO NO ESCONDE ESCONDE

Boa noite pessoal, vou contar a vocês como foi meu primeiro oral. Bom não farei apresentações para não me expor. Conheci um garoto de nome ficticio (Gabriel), ele na época tinha 16 anos e eu 15,começamos a brincar de esconde-esconde e ai certo dia, brincadeira vai, brincadeira vem, nos escondemos no mesmo esconderijo. Então pedi pra ele sair dali que o esconderijo era meu e tal. Ai ele não, não vou sair. Ai peguei e empurrei ele, ele como era mais forte que eu, me empurrou, me deu um soco na cara e me chamou de viadinho. Ai fui pra casa, devido ao horário. No outro dia estávamos lá novamente brincando, ele novamente se esconde no mesmo local que eu, e diz que iria fazer uma coisa comigo que eu iria gostar, e que ele sabia que eu gostava, apesar de perceber que eu nunca tinha feito. Fiquei numa curiosidade daquelas pra saber o que era, ai na hora o amigo da gente foi contar novamente, e a gente se escondeu, dessa vez num lugar sugerido por ele, num beco escuro, não tinha ninguém. Quando chegamos ao esconderijo, ele falou: -Fica olhando se vem alguém que vou entrar num local aqui e já volto. Eu respondi: -Certo! Olhava fixamente para ver se vinha alguém, quando de repente ele sai do local com o pau pra fora, todo duro, ai me diz: -Psiu!Vem cá. Eu insisto e digo que vou embora, ai ele: -Vem,se não conto pra gurizada da rua que você é viadinho e que vai dar a bundinha pra todos da rua.E arrebento sua cara de novo. Eu prontamente atendo, chego perto dele, ele me pede pra abaixar, abaixo, ai ele pega minha mão e põe no cacete dele. Nossa que cacete maravilhoso, lindo, cheiroso, cheirando a macho. Ele diz: -Chupa viadinho, eu sei que você quer. Chupa com gosto minha pica. Eu prontamente atendo, e começo a chupar seu pau. Ele se contorce todo, chega a gritar de prazer, nessa o nosso amigo tava nos procurando ainda, mas o local que nos escondemos, era distante, ninguém sabia desse local. Continuei chupando aquela pica deliciosa,até que ele diz que vai gozar, eu vou pra tirar a boca, mas ele força a sua pica contra minha boca e esporra jatos fortes e quentes de leitinho. E me pede pra beber tudinho. Eu atendo, engulo tudo, com nojo, e depois corro pra casa. No proxímo conto, contarei como ele, me comeu! Comentem.

DONO DO BLOG E SEU VOLUME BULGE

https://www.facebook.com/pages/Sonhos-obscenos/420580254717388

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

SEGUIDO E ESTRUPADO NA GARAGEM

FACEBOOK DE NOVO!!!!!!!!!!!!

ESTAMOS DE VOLTA NO FACEBOOK,DEPOIS QUE A NOSSA PAGINA NA REDE TINHA SIDO EXCLUIDA,AGORA ELA TA LA DE NOVO ESPERANDO POR VCS,

VAMOS FICAR JUTINHOS AGORA,NAO SO AQUI NO BLOG COMO LA,VC PODEREM DAR SUGESTOES,RECLMAR E MUITO MAIS


ESPERAMOS VCS LA!!!!!!!!!


E SIM AGUARDAMOS AS SUAS FOTOS,VIDEOS OU FRAGLAS QUE FIZEREM POR AI

É SO MANDAR PRO IMAIL: sonhosobscenos@gmail.com




ARRASSE COM SEUS PAUS PRA FORA!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 31 de julho de 2013

PUNHETA NO ESCRITORIO

OLHANDO AS MALAS NA ACADEMIA

MORENO PICANTE E SUA CUECA E PAU

BRINCANDO NA PISCINA PART 2

Continuei na minha punheta, afinal, eu ainda estava com tesão. Quando terminei alguns minutos depois e sai do meu box o Fábio já tinha ido embora. Estava satisfeito em ter segurado o pau dele, mas queria mais alguma coisa. Pensei que íamos brincar de mais algo. Fui pra casa também. Na segunda-feira, quando cheguei no treino, estava sozinho. Ele faltou esse dia. Fiz todas as minhas séries e depois fui pra piscina onde tínhamos encontrado as meninas. Elas também não estavam lá. Então percebi que hoje eu ia ter que ficar na mão, sem nem um beijinho. Já estava do lado de fora do clube, montando na minha bicicleta, quando o meu telefone toca. Era o Fábio. Ele me disse que não tinha ido na natação por que sua mãe estava esperando um documento dos correios e ele não poderia sair... mas que se eu quisesse podia ir pra casa dele pra gente jogar xadrez. Fiquei feliz e aceitei na hora. Montei na bicicleta e fui. A casa dele ficava há uns dois quilômetros do clube, assim como a minha, só que elas eram em lados opostos. Gastei uns dez minutos para chegar, toquei a campainha e logo fui recebido pelo Fábio. Entramos e fomos direto para o quarto dele. O Fábio era filho único, tinha um quarto grande com cama de casal, sofá, vídeo game e tal. O tabuleiro de xadrez já estava montado. Fizemos o sorteio pra decidir quem ia jogar com as peças brancas e as pretas e começamos o jogo. Eu fiquei com as pretas, ou seja, ele jogaria antes de mim. Eu modestamente sou muito bom jogador de xadrez, mas ele também. Então ficamos quase duas horas em uma partida. Eu tinha praticamente esquecido do que tínhamos feito na sexta, por que quando jogo sou muito competitivo. Perdi. E fiquei extremamente estressado. Estava me preparando para levantar quando sinto a mão dele tocando a minha perna e dizendo. - Calma, foi só um jogo. Não vai ficar estressado por causa disso! –aquela mão fez com que eu me lembrasse de tudo o que tinha acontecido na semana anterior. Minhas tentativas de tirar sua sunga, as meninas, a proposta dele, nosso jogo no banheiro. Na hora fiquei de pau duro e ele percebeu. Sorriu de um jeito sacana e tirou o tabuleiro da mesa. Embaixo do jogo tinha uma revista pornô, aberta. Era a foto de dois caras se pegando. Ao fazer isso, moveu a mão da minha perna até ficar em cima do meu pau. Eu estendi a minha mão e encostei nele, por cima da bermuda também. Fábio se abaixou e me deu um beijo estonteante, ainda me acariciando. Eu o puxei pra mais perto de mim e continuei acariciando seu pau com a mão direita e levei minha mão esquerda para a bunda dele. Dei uma apertada e ele gemeu. Fiquei de pé. Desse jeito teríamos mais espaço pra nos movermos e interagir. Enquanto eu levantava ele tirou a camiseta. Eu tirei a minha também e voltamos a nos beijar. Mas a gente não queria beijo. Da boca comecei a mordiscar e beijar o pescoço dele, descendo aos poucos. Enquanto eu chupava os ombros e o peitoral dele, o cara abriu o velcro da minha bermuda e tirou. Eu ainda estava de sunga. Ele colocou a mão por dentro da sunga e começou a brincar com meu pau duro. Minha boca descia por seu corpo, eu lambia, beijava, mordiscava os ombros, depois o peito seus mamilos seu abdômen. Não dava pra saber quem estava mais excitado. E enquanto minha boca passeava minha mão também começava a brincar na bunda dele, procurando o cuzinho, que piscava. Paramos um pouco com as brincadeiras pra tirarmos a roupa. Tirei a sunga e ele tirou a bermuda . Vi que estava sem cueca. Os dois paus já estavam duros e melados, com aquele pré-gozo transparente. Trocamos mais alguns beijos e no meio dos amassos fomos para a cama dele. Deitei primeiro. Fábio deitou logo depois e nos colocamos de ponta cabeça, prontos para fazer um 69. Eu nunca tinha chupado, mas o Fábio sim. E descobri isso da melhor maneira possível. Quando eu fui começar a chupa-lo gemi alto. Ele esava que nem um bezerro mamando. Sua boca parecia ter sido feita para aquilo. A cada toque eu ficava mais e mais excitado. Ele lambia a cabeça, depois toda a extensão da minha rola, começando pela base e descendo. Engolia ela inteira (não que fosse difícil, devia ter uns 14 cm), dava pequenas mordiscadas... arranhava um pouquinho com os dentes. - Assim eu vou gozar – eu disse. E ele logo respondeu – Então goza na minha boca, vai. Começou a chupar meu saco também. Engolia uma bola, depois a outra... aí eu comecei a chupar. Não tinha experiência nenhuma com outro cara. Não era virgem, mas nunca tinha passado perto de outro homem. E nem mulher eu tinha chupado, só os peitos. Deixei muito dente, quase o machuquei... aí desisti de colocar na boca. Só lambia e dava umas chupadas rápidas. Fui pro saco tbm... e do saco pro cuzim... ele não tinha pelos pubianos, se depilava. Já tinha percebido isso no outro dia, mas esqueci de comentar no conto. Eu estava flutuando com aquela chupada, estava nas alturas... estremeci e veio aquela explosão. Um orgasmo super forte. Não vou dizer que nunca tinha gozado assim... não era muito experiente, mas tinha transado com uma colega de escola. Pena que ela tinha mudado. Gozei que vazou porra pela boca dele, me sujou... mas ele continuou lambendo... engoliu o que tinha ido pra sua boca e colocou na boca o que tinha ficado no meu pau e caído no meu colo. Me deu um beijo e eu senti o gosto da minha porra. Lambi os beiços e resolvi fazê-lo gozar também. Voltei ao seu pau e comecei a chupa-lo de novo. Língua, engole, língua... mordisca... pau, bolas cuzim... foi quando ele falou. - Cara... não curto muito. Acho que não vou gozar assim... coloca em mim?

BRINCANDO NA PISCINA

Olá, meu nome é Lúcio e tenho 26 anos. Não sou lindo como a maior parte dos autores aqui na Casa dos Contos, mas também não sou de se jogar fora. Tenho 1,75, 80 quilos, barriguinha de chopp, moreno claro, pelos e cabelos encaracolados, ombros largos por causa da natação. Na época desse conto eu tinha uns 14 anos e nunca tinha ficado com nenhum cara. Isso mudou num mês de julho. Eu fazia natação em um clube da cidade e nesse ano não pude viajar nas férias da escola, então continuei treinando. Erámos umas dez pessoas na turma em que eu treinava, a tarde, mas durante aquele mês só ficamos eu e um outro cara que vou chamar de Fábio. Nos meus 14 anos eu ainda não tinha 1,70 e era bem magro, devia pesar uns 60 quilos. O Fábio tinha a mesma idade que a minha, inclusive nascemos no mesmo dia e ano. Mas ele era uns 5 cm mais alto. Também moreno claro, mas com cabelos lisos. Nadávamos três vezes por semana e sempre que terminava o treino continuávamos nas piscinas, brincando. Eu sempre tinha sentido tesão nele, mas como a turma tava sempre cheia nunca tinha feito nada. Quando soube que ficaríamos o mês treinando sozinhos, só com a professora, decidi que ia tentar alguma coisa. Depois que terminava a aula e começávamos a brincar na piscina, já no primeiro dia, eu comecei a fazer mão boba e tentar tirar a sunga dele dentro d’água. Isso foi na segunda-feira e treinávamos três vezes na semana. Segunda, quarta e sexta. Na quarta, depois da aula, ficamos um pouco na piscina de treino e fiz mais algumas tentativas de tirar a sunga do Fábio. “Brincando”. Logo depois de eu quase conseguir, ele me chamou pra ir pra outra piscina onde tinha mais gente. Na outra piscina tinham duas amigas e a gente logo se enturmou e começou a conversar com elas. Não foi meia hora e eu estava beijando uma delas, branquinha, cabelo liso e com aparelho. Os peitos dela eram pequenos, mas pareciam duas peras durinhos. Fábio pegou a outra, bem mais gostosa. Morena, cabelo enrolado e dois peitões. Nem parecia que ela tinha só 13 anos. Ficamos nessa e depois fomos embora. Marcamos de encontrar com as duas de novo no clube, na sexta-feira. O tesão só aumentou, por que além de não ter acontecido nada com Fábio, a garota me deixou super excitado. Fui pra casa e me acabei na punheta. Na sexta cheguei no clube e avisaram na portaria que a professora não iria, mas que se quisesse podia ficar na piscina treinando sozinho. Fui pra piscina e o Fábio já estava nadando. Aqueci, entrei na água e nadei cinco mil metros. Como o Fábio chegou primeiro que eu, ele terminou o treino antes e foi pra outra piscina encontrar as meninas. Eu estava terminando a minha série quando ele voltou. As meninas não estavam na piscina e mandaram SMS falando que tinha acontecido um problema qualquer e não iriam. Fábio voltou a entrar na piscina do treino e recomeçamos com as brincadeiras. Depois de uns 15 minutos comigo tentando tirar a sunga dele de ‘brincadeira’ ele me falou. - Cara, também to com tesão. Se quiser pegar no meu pinto fala que eu deixo. – na lata. Era o que eu queria, mas fiquei assustado com o tanto que ele foi direto. Mas tbm não queria pegar sozinho. Meu interesse nele era total. Respondi. - Se você pegar no meu, pego no seu. – na hora ele levou a mão até ao meu pau, por cima da sunga e dentro d’água. Respondi ao seu gesto fazendo a mesma coisa. Nos acariciamos por alguns momentos e depois ele tirou o pau pra fora da sunga e eu fiz o mesmo. Eu segurei o dele primeiro. O tamanho de nossas rolas era praticamente igual. Não dava pra perceber qual era maior ou menor. O dele era mais reto que o meu e eu tinha uma cabeça mais rosada. Ficamos segurando por pouco mais de um minuto e falei. - Preciso ir no banheiro, cara. – ele falou que precisava ir também. Saímos da água e fomos para o banheiro. Cada um entrou no box, mas antes ele disse. - Vamos tocar uma e ver quem goza primeiro? - aceitei o desafio. Tinha certeza que ia ganhar, por que meu tesão era de muitos dias. Mas eu nem bem tinha começado e ele anunciou o gozo.

PUNHETA COM O PRIMO

Ola, pessoal meu nome ficticio e Luis e do meu primo que vou falar aqui e MAteus, tudo comecou em um dia que estavamos jogando playstation juntos quando vi meu primo mexendo em seu pau cabecudo que tem em torno de 17 cm nao muito grande mais bem grosso, assim como o meu pau que tem uns 16 cm e bem grosso, eu tenho 21 anos e 1, 85 cm de altura e tenho um corpo atletico de pele morena, ja meu primo tem 18 anos e 1, 70 cm de altura mais forte que eu e de pele branca. quando meu primo comecou a mexer no seu pau fiquei muito excitado com aquela pica que estava bem dura, entao ele mediu pra ver a minha pica que ja estva latejando de tao dura que estava, quando ele viu comecou a fazer elogios do tamanho e comecou a fazer caricias pegando e me punhetando por alguns segundos, logo em seguida coloquei minha mao no seu gostoso pau e comecei a bater punheta nele, mas nesse dia parou por ai. Em um outro dia saimos para a praca e resolvemos dormir na casa de um amigo, e por coinscidencia tivemos que dormir na mesma cama por falar de espaco, entao namo demorou muito, esperamos nosso amigo dormir e comecamos a pegar no pau do outro, eu pegava aquela pica com muita vontade e masturbava ele, do mesmo jeito ele fazia comigo, ate que nao aguentamos mais e fumos para o banheiro junto e batemos uma punheta gostosa, tava com muito tesao gozei bem rapido e ele logo em seguida e voltamos para a cama e dormimos. Sempre gostavamos de ir para a praca da cidade nos domingos e como eramos do interor tinhamnos que dormir na casa de um tia minha, sempre dormiamos perto um do outro ja com intencao de se acariciar na calada da noite, quando todos dormiam comecavamos a nos masturbar, so que eu pegava na sua pica grossa e ele pegava na minha com muito tesao, e uma dessas vez eu nao aguentei ele pegando em mim e gozei, tive que correr rapido para o banheiro, isso aconteceu umas duas vezes, pois eu sempre gozava muito rapido, e um desses domingos por falta de espaco na casa da minha tia, demos um jeito de ficar na mesma cama e dormir juntos novamente, nao deu outra comecamos a fazer carinho em nosso cacetes duros, dessa vez tiramos ate o short e colocamos a pica encostada na bunda um do outro e comecamos a fazer o jeito de como se estivessemos fazendo sexo, encostava meu penis no dele e tudo era muito gostoso. Uma certa vez chamei ele pra dormir na minha casa e sempre faziamos as mesmas coisas e eu sempre com vontade de comer aquele cuzinho dele. Tirava seu short e sua cueca e encostava a cabeca do meu cacete no mei na sua bunda e ele fazia o mesmo comigo. Gostavamosmuito dessa putaria, um dia pedi pra ele chupar meu caralho, mas ele negava, nao quis insistir, acho que se tivesse chupado o dele primeito ele teria chupado o meu, ficamos mesmo so na punheta, mas sempre que penso eu fico muito excitado e com vontadde de fazer as mesmas loucuras de novo so que ir mais alem. Sera que ele toparia fazer um troca troca comigo? sera que se insistisse mais ele chuparia meu pau? Lembrando que tenho namorada e gosto mesmo eh de mulheres, gosto muito de uma bucetinha e de transar com minha namorada, mas tenho um grande desejo nesse meu primo

TITIO TESAO PART 2

Continuando o conto Titio Tesão, Sou o Lucas tenho 20 anos e sou apaixonado por Coroas principalmente pelo meu Tio Assis aquele homem é tesão Puro ... Continuando meu Tio pôs no canal SexPrive e olha a conhecidencia estava logo passando o Filme Pornô de Um Coroa comendo uma putinha safada e imediatamente nós dois ficamos de Pau Duro e eu tive a idéia e falei : _Aí Tio to com mó vontade de Bater Uma Punheta !! Vamos bater uma ? _Eita moleque não perde uma chance de bater Uma Punheta né haha !!Vamos bater vai ninguém vai saber mesmo !! Nossa nem acreditava que ia ver a Pica daquele Coroa Delícia . Logo tiramos as picas pra fora e fomos batendo e meu Tio foi gemendo e aquilo foi me dando um tesão até que não aguentei mais e fingi espirrar para por a mão não Pica do meu Tio e ele falou : _Lucas chupa minha Pica ? ( com sarcasmo ) _Mas eu falei claro !! ( com sarcasmo Tb ) Mas tava morrendo de vontade de chupar de verdade e então cai de boca na picona dele e ele falando "chupa lukinhas chupa vai huuum " e eu caindo de Booca e fiquei assim por uns 15 min . Depois disso ele sacou um pote de Lubrificante e passou uma maozada na pau e outra no meu cu e falou : _Calma Lucas vou passar primeiro a cabecinha da minha Pica no seu cu e depois meto tudo Ta ? Calma. _Ok mais vai rápido Titio Tesão mete vai ! Então ele foi passando a cabeça de leve e eu fui gemendo, gemendo, gemendo até que ele começou a colocar a cabeça no meu cu, aí que dor gostosa . Ele deixou a cabeça lá dentro pra alargar meu cu por uns 10 min e eu gemendo .Logo ele foi forçando a Pica Gostosa dele no meio do meu cu e foi um vai e vem frenético, que delícia logo fui batendo uma Punheta enquanto ele média e eu e ele gemiamos alto mas como não tinha ninguém no Beco ninguém ouvia . Logo depois de uns 30 min ele começou a me dar estocadas forticimas e eu gemendo e o Filme rolando, depois ele me deixou de Frango Assado e foi dando Estocadas cada vez mais fortes e eu batendo Punheta, então eu gozei como nunca tinha gozado e meu gozo foi parar bem em seus lábios e ele foi lambendo tudo e metendo em mim. Logo ele anunciou " Vo gozar Lucas Vo gozar ti prepara ". Aí que delícia, Senti jatos e mais jatos e Gozo no meu cu que até vazavam pelas beiradas do meu reguinho, depois fui dando uma longa chupada naquela Pica Gostosa e Gozada . Fomos Dormir e no meio da noite senti uma coisa grande e grossa na minha Boca, quando reparei a Pica do meu Tio Assis tinha uns 25 centímetros e ele foi metendo ela na minha guela aí que Pica deliciosa . Ficamos neste Incesto a noite toda e o dia seguinte Também . Obg por lerem meus contos e vou deixar um site ai que só tem coroa gostoso www.carlos-coroamacho.blogspot.com.br Comentários

TITIO TESAO

Oi Sou novo akii no Site ... meu nome é Lucas e vou relatar um Incesto com meu Tio . Hoje tenho 20 anos, mas quando eu tinha 13 anos morava com meus pais ( Obvio ) e como nos moravamos numa favela todo mundo morava um perto do outro, moravam Eu, Meu Tio Assis, Meu primo de Terceiro Grau, e meus outros primos . Um dia de Domingo teve um evento, para os familiares da Viela toda, mas como meu Tio ( um Coroa tesudo de uns 48 anos meio gordinho com barba, pura delícia ) não gostava dessas reuniões, ele não foi . Logo depois da Reunião, as pessoas podiam ficar na chácara para dormir ( pois era a noite a reunião e durava 2 dias ) ou ir para casa, meus pais resolveram ficar. Mas antes deles irem pedi para dormir na Casa do meu Tio Assis : _ Mãe posso dormir na Casa do tio Assis ? _ Vai perguntar para ele se você pode . _ Tabom espera aí que eu já volto !!! Então fui correndo perguntar, bati no portão, até que aquele coroa saiu . _Quem é ? _Sou eu Tio, o Lucas! _A Lucas espera aí que vou pegar a chave !! Ele abriu a porta e pediu para que eu entrasse, sentamos no sofá e ele perguntou : _O que você quer Lucas ? _Sabe daquela reunião que os moradores daqui vão ? _Sei, mas o que que tem ? _Minha mãe e meu pai vão, e eu pensei se eu não poderia dormir aqui, posso ? _Pode sim mas você vai ter que trazer seus cobertores tá ? _Tá vo lá avisar minha mãe !! ... ... Quando chegou a hora de ir, minha mãe falou pra que eu fosse pra casa do meu Tio. Eu fui, nem podia imaginar que dormiria do lado do meu Tio Assis, já tenha tesão pot ele faz tempo, quase toda noite batia uma Punheta pensando nele. Quando cheguei lá já era umas 9 hrs, então nós jantamos, assistimos um Filme e fomos dormir, e nós só conversamos na hora de dormir. _E aí Lucas ? Já Ta namorando ? _Não só to curtindo por enquanto ? E como meu Tio só dormia de cueca começou a tirar as calças, a camisa, e se cobriu com o cobertor deixando metade do corpo de fora.Eu só dormia de roupa, mas não podia perder aquela chance de pelo menos nosso corpos se tocaram, então fui tirando a roupa até ficar só de cueca. E como meu Tio é meio safado falou : _Cade o pau ? Tá grande já ? E foi tocando no meu pau .Não resisti e meu pau ficou duro na hora então tirei a mão dele e pus o cobertor em cima das pernas e falei : _Oxii tio que isso ? ( com som de sarcasmo ) _Hahaha não Ta namorando mas deve Ta comendo umas menininhas já né ? Fiquei quieto e ele falou se eu queria ver um Filme , e eu falei : _Que tipo de Filme ? _Vamos ver um Filme Pornô ? Mas não fala pra ninguém que eu que te mostrei !! Bem o conto continua, no próximo conto Continuo com o Filminho !! Não deixe de ler o próximo conto e cometem Por Favor

COM O COLEGA DE QUARTO

COM O BOFE EM CASA

NO VESTIARIO COM OS JOGADORES

terça-feira, 30 de julho de 2013