sábado, 14 de setembro de 2013

ASSISTNDO FILME PORNO HETERO COM O BROTHER

PROCURADOS

BATENDO UMA PUNHETA GOSTOSA NO BANHEIRO

MATHEUS GATO NA CAM

PAU PRA TODA OBRA

AMIGOS NOVINHOS FAZENDO PUTARIA NA CAM

AMIHOS HETEROS NA CAM

EXIBINDO O PAU NA CAM

AMIGO FAZENDO A MAO AMIGA NA CAM

SOLDADOS BRASILEIROS TREPANDO NO QUARTEL

2 JOGADORES DOTADOS COMENDO O GOLEIRO

2 NOVINHOS ARABES NA CAM


Gay Tube

3 FORTOES NA CAM


Gay Tube

3 AMIGOS NA CAM


Gay Tube

BANDIDOS ESTRUPANDO UM POLICIAL


Police pleasures brought to you by ExtremeTube.com

CARINHA BATENDO PUNHETA NA LAN HOUSE

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

NOVINHO DE CUECA BRANCA E MARCANDO O CACETAO

LEITOR DO BLOG E PAUZUDO

MORENO PELADO NO ESPELHO....

EXAME DE ROTINA....

MALHANDO NA ACADEMIA 03

MALHANDO NA ACADEMIA 02

EU SEI COMO TI CALAR

PEGANDO OS AMIGOS NO FRAGLA...

MALHANDO NA ACADEMIA.......

EXECULTIVOS FORA DO EXPEDIENTE...

TRANSANDO NA ESCADARIA DO PREDIO

PAUZUDO PELADO EM FRENTE AO ESPELHO...

JOGADOR MOSTRANDO A ROLA

JOSE LORETO DE SUNGA...

PAI DE UMA AMIGA...

Conheço essa minha amiga há anos, desde que éramos pequenos e, consequentemente, conheço também o pai dela, seu nome é Alberto. O cara é um coroa de 40 anos (teve a filha aos 20 anos), muito bonito, branco, alto, com um cabelo preto sempre bem penteado, a barba bem feita, as bochechas rosadas e um sorriso que devia derreter o coração de qualquer garota quando ele era mais novo e que o deixa muito charmoso agora. É muito brincalhão e sempre me tratou bem todas as vezes que eu frequentei sua casa. Um certo dia, há pouco mais de um mês atrás, fui encontrar com minha amiga na sua casa, pois tinhamos um compromisso juntos. Cheguei um pouco mais cedo do que o combinado e só encontrei o pai dela em casa. Ele estava de bermuda e chinelo, sem camisa. Ele tinha um corpo de um pai mesmo, que fica no escritório a semana toda e não tem tempo pra se exercitar (ele trabalhava numa empresa de contabilidade), mas não era nada exagerado. Não tinha uma barriga de chopp, nem nada, mesmo porque nem bebia. Era só um pouco fora de forma com uma gordurinha aqui e ali, mas uma delícia de homem. Tinha um pouco de pelos no peito e nas axilas. Bateu no sofá ao seu lado e me mandou sentar junto com ele. Me disse que minha amiga e sua mãe haviam saído, então me disse que eu podia esperar por elas voltarem. Ele estava assistindo um programa de tv chamado True Blood, que era de vampiros e eu não conhecia muito bem, mas tinha muitas cenas de sexo. Ele estava muito concentrado, nem tirava os olhos da tv. Sem querer, comecei a reparar no corpo dele. Suas pernas peludas, o caminho fino que partia do umbigo pra dentro da sua bermuda e os poucos pelos no meio do peito. Olhei de canto pro volume na sua bermuda, que já era grande, e enquanto eu olhava, foi aumentando de pouco em pouco. Ele continuava olhando pra tv e eu pro seu volume, mas ele se virou pra olhar pra mim e me pegou encarando. Ele deu uma ajeitada no pau duro e sorriu tímido pra mim, ficando vermelho. "Já faz muito tempo", ele me disse. "Tava pronto pra me aliviar quando você chegou". Fiquei com vergonha na hora e disse que poderia esperar lá fora pela minha amiga, mas ele disse que não tinha problema, que bater punheta era sem graça na idade dele e o que ele queria mesmo era comer alguém. Reparei que ele não tinha falado que queria comer a mulher dele, mas alguém. Fiquei excitado na hora e falei, meio brincando, "Demorou, seu Alberto". Ele riu, sem graça, mas não fez nada. Ficou mexendo no seu pau sem parar agora, às vezes me olhando de canto, enquanto eu olhava pra ele. Nem prestava mais atenção na tv. Numa hora, decidi arriscar. Meti a mão por cima da dela e mexi no seu pau também. Ele retribui com um beijo na boca, meio forte e bem molhado, cheio de tesão. Foi me empurrando no sofá e me deitando e deitando por cima de mim. Passava a mão por todo o seu corpo e sentia seu cheiro de sabonete, enquanto ele roçava o seu pau no meu e me beijava. Enfiei minha mão por baixo do seu corpo e coloquei dentro da sua bermuda, no seu pau. Ele gemeu um pouco e eu senti aquele mastro na minha mão. Parecia imenso. Logo empurrei ele de volta e fiz com que ele se sentasse. Tirei sua bermuda e me enfiei no meio das suas pernas. Ele usava uma daqueles cuecas de pai, que costumam ser bem folgadas, mas agora estava apertada por conta do seu pau duro. Comecei mordendo seu pau de leve por cima da cueca. Ele só gemia. Lambi bastante e depois tirei a cueca. Seu pau era lindo. Grande demais, acho que uns 21 cm, e bem peludo na base e no saco, os pelos bem pretos e o pau bem branquinho. Caí de boca naquele saco peludo, naquelas bolas grandes e gostosas. Tudo cheirava a sabonte. Lambi todo o seu pau e depois coloquei na boca, aquela cabeça rosada babando na minha garganta. Chupei bastante tempo e o Alberto respirava forte, sofrendo na minha mão. Uma hora ele me mandou parar ou ia gozar, então falou que queria me comer. Tirei minha roupa na hora, molhei meu cu com um pouco de cuspe e me sentei na rola dele. Foi difícil pra entrar e bem dolorido, mas não parava de beijar ele enquanto sentava naquela pica gigante, então meu cu foi logo se acostumando. Quando entrou tudo, comecei a rebolar em cima dele. Ele me abraçou e me trouxe mais pra perto. Gemia que nem um louco, me beijando no pescoço, no peito, na boca. Pegou meu pau com uma mão e bateu uma pra mim e eu gozei na sua barriga. Ele falou que ia gozar tambéme e eu disse que queria na boca. Tirei o pau dele de dentro de mim e me ajoelhei na frente dele de novo, com o seu pau na boca. Chupei e logo minha boca encheu de porra. Era muita porra mesmo e foi escorrendo pelo pau dele. Não parei de chupar por mais uns cinco minutos. Ele se contorcia embaixo de mim e me pedia pra parar, mas eu queria mais daquele macho. Só parei quando ele me lembrou que minha amiga e a mulher dele iam chegar. Mas disse que ia continuar da próxima vez e ele concordou.

PERDENDO A VIRNGIDADE COM O TIO

Olá galera me chamo Junior, tenho a pele clara, cabelo escuro liso, 1:82 de altura, 62kg, 21 anos e bem discreto. Através deste conto queria passar a minha primeira experiência homossexual para vocês. Tudo começou quando eu tinha apenas 12 anos, comecei a ter desejos sexuais com outros garotos mas como não entendia direito, achava que era errado e guardava isso apenas para mim. Quando fiz 13 anos meu tio chamado Marcos ( Branco, 1:74/1:75 de altura, 70/72 Kg, tinha 32 anos ) se mudou para o condomínio que minha família morava. Na época ele era casado e não tinha filhos. Pois bem, esse meu tio tinha umas brincadeiras que me pareciam estranhas, como me pôr no colo quando ele estava de pau duro e alisava minhas pernas, lembro que as vezes eu sentia o pau lateja de tão duro que ficava mas isso tudo era com muita descrição, para todos ele era apenas um tio carinhoso. Quando fiz 14 anos minha mãe começou a trabalhar junto com meu pai e como meu tio Marcos trabalhava a noite ele que ''passava o olho'' em mim na ausência dos meu pais, já que a mulher dele trabalhava também durante o dia. Minha rotina era uma só, minha mãe me levava para o colégio bem cedo e meu tio me buscava no começo da tarde, no carro ele vinha o percurso inteiro alisando minha perna, era uma mão no volante e outra na perna, entre uma brincadeira e outra eu disse a ele que sabia conduzir o carro só não sabia passar à marcha, ele disse que iria me ensinar e pediu a minha mão, eu claro dei e logo ele colocou em cima do pau dele, na hora tava mole mais eu fui pegando, apalpando e logo ficou duro! Isso foi se repetindo durante alguns dias, sempre quando ele iria me buscar eu pedia para ''passar marcha'', os dias foram se passando eu fui colocando a mão dentro do short, isso dentro do carro com ele dirigindo! Um certo dia ele pediu para eu colocar a boca, eu claro doidinho para experimentar, não pensei duas vezes, coloquei aos pouquinho na boca, achei o gosto amargo, meio estranho mas ao mesmo tempo muito gostoso, a pica dele não era muito grande mas era grossa da cabeça rosadinha, isso aconteceu durante algumas semanas, eu ia chupando o percurso todo do colégio para casa, ele estacionava o carro na garagem do condomínio e gozava na minha boca, gozava muito, lembro que enchia minha boca e eu tomava tudo! Depois de algum tempo nessa rotina gostosa, ele pediu pra comer meu cuzinho, no começo eu disse que não, não sabia como iria ser mas ele me garantiu que iria ser gostoso, eu empolgado já fui chupando a pica dele como fazia sempre saindo do colégio, chegando no condomínio subimos no elevador um de cada vez para não levantar suspeita, eu subir primeiro e fiquei muito ansioso, doido para continuar chupando aquela pica gostosa e sentar gostoso, quando ele chegou eu já estava no quarto dos meus pais, sem roupa, deitado com a bunda para cima, ele baixou as calças e de camisa mesmo caiu por cima de mim, começou a esfregar a pica na porta do meu cuzinho, sem me beijar só sussurrando no meu ouvido dizendo que iria comer meu cuzinho todo, eu louco de tesão pedindo ''soca tio, soca'', ele me botou de joelhos na cama e em pé empurrava a pica toda na minha garganta, a lágrima caía do meu olho e ele socava tudo na minha boca, eu sentia os ovos bater no queixo, aquele jeito dominador, aquele cheiro de homem me deixava louco de tesão. Logo depois ele me botou de quatro, lubrificou bastante o pau e meteu, sem pena! Eu claro, dei um grito, até chorei de dor, tirei na hora de dentro fiquei esperando a dor passar, quando a dor aliviou a gente tentou de ladinho, ele com os dedos da mão na minha boca encaixa a rola dentro de mim, eu pedia só a cabecinha e ele colocava a metade, meu cuzinho ardia muito mas o tesão era maior. Depois ele me botou de quatro novamente e socou tudo, dessa vez bem devagarzinho, eu sentir ele todo sem camisinha até os ovos, ele começou aumentar a velocidade, eu sentia o pau latejar dentro de mim e sair aquela gosma da cabecinha, gemia muito de dor misturado com tesão, até ele dizer que iria gozar, eu me empinei todo e comecei pedir para ele jorrar o gozo dentro de mim, não demorou muito e eu sentir a porra dele quentinha lá dentro, sensação incrível. Isso se repetiu algumas vezes até meus 16 anos, nunca ninguém desconfiou de nada. Ele continua casado e hoje tem dois filhos. Espero que vocês tenham gostado do meu primeiro conto, até mais. :)

FUI CHUPADO POR DOIS CARAS...

Olá Ja vou comecar relatando oq aconteceu essa semana comigo. Volto da facul e de costume passo nos banheiros pra ver se esta rolando alguma coisa e nesse dia entrei no banheiro da estaçao da lapa, so tinha um cara q estava mijando e logo saiu. Pesei q nao fosse rolar nada, mais pra minha surpresa entra dois carinha no banheiro e me dao uma olhada, percebi q eles estavam querendo alguma coisa, fingi q estava terminando de mijar e quando vejo os dois estao se beijando e se acariciando. Fiquei louco de tesao na hora, eles vieram pro meu lado e um dos carinha veio pegando no meu pau, o outro era tipo esse ativo dominador q ja mandou logo ele me chupar enquanto ficava só de olho. Entro gnt no banheiro e tivemos q parar mais o "ativao" nao se controlou e deu uma gozada bem no mictorio e saiu do banheiro, enquanto eu e esse outro cara ficamos la esperando. Nisso entra mais dois no banheiro (esse banheiro é pequeno, geralmente quando tem gnt no unico reservado fica uma fila de gnt q nao gosta de mijar no mictorio) um era nitido q era viado (nao era afeminado) e o outro tinha cara de homem mesmo kkk mais logo vi q ele curtia uma pegaçao. Entao tirei meu pau pra fora e o primeiro carinha (aquele q tinha ficado cmg no banheiro) ja veio me chupando o outro com cara de macho veio pra cima tbm revesando as chupadas o outro so ficava olhando e batendo punheta quase nao acreditando no que estava vendo. Ficava se punhetando e fazendo cara de desejo mais nao quis me chupar. Ate q um pediu pra q eu gozasse na boca dele pq ele queria meu leite, mandei q ele me chupasse enquanto o outro lambia meu saco nao demorou muito e gozei, gozei pra CARALEO enchendo a boca dele de porra ele engoliu tudo, enquanto os outros dois gozavam no mictorio. Limpei meu pau, e sai do banheiro como se nada tivesse acontecido, mais com o pau meio bomba e percebia as olhadas dos carinha por onde eu passava. Esse banheiro é muito bom. Quem conhece q quiser marcar alguma coisa la e so falar. Banheiro da estaçao da lapa sentido Julio Prestes/Itapevi. espero q gostem e comentem